You are in the archive Please visit our new homepage

Os Arquivos de Berzin

Arquivos sobre Budismo do Dr. Alexander Berzin

Mudar esta página para Versão Texto. Saltar para navegação principal.

Home > Autor > Breve Biografia de Alexander Berzin

Breve Biografia de Alexander Berzin

Dr. BerzinAlexander Berzin nasceu em 1944, em Paterson, New Jersey, e concluiu em 1965 a sua licenciatura na Faculdade de Estudos Orientais, Universidade de Rutgers, em conjugação com a Universidade de Princeton; concluiu o seu mestrado em 1967 e doutoramento em 1972, na Faculdade de Línguas do Extremo Oriente (Chinês) e de Sânscrito e Estudos Indianos, Universidade de Harvard. Entre 1969 e 1998, residiu principalmente em Dharamsala, India, no início como bolseiro do [Programa] Fulbright, estudando e praticando com mestres de todas as quatro tradições do budismo tibetano. Seu professor principal foi Tsenzhab Serkong Rinpoche, o falecido Parceiro Mor de Debates e Tutor Assistente de Sua Santidade o Dalai Lama. Serviu como seu intérprete e secretário durante nove anos, acompanhando-o em várias excursões mundiais. Ocasionalmente também serviu como intérprete de Dharma para Sua Santidade o Dalai Lama.

Membro fundador do Departamento de Tradução da Biblioteca de Obras e Arquivos Tibetanos, Berzin desenvolveu, para a língua inglesa, uma nova terminologia para a tradução dos termos técnicos tibetanos frequentemente mal entendidos. Trabalhando com tradutores de muitas outras línguas, ajudou-os a rever e a desenvolver a sua terminologia de acordo com os mesmos princípios.

Desde 1983, Berzin tem viajado por todo o mundo, ensinando vários aspectos da filosofia e prática budistas, assim como da história mongol-tibetana, e da teoria astro-médica, em centros budistas e universidades em mais de setenta países. Suas viagens focalizaram-se principalmente no antigo e atual mundo comunista, na América Latina, África, Ásia Central e no Médio Oriente. Além da publicação das suas numerosas obras e traduções, muitas das suas palestras foram publicadas nas línguas dessas regiões.

Berzin serviu como ligação não oficial em vários projetos internacionais da cultura mongol-tibetana, tais como um programa de ajuda médica para as vítimas de Chernobyl, com o Ministério da Saúde da Russia, e um projeto na Mongólia, para a Gere Foundation, de publicação de livros sobre o budismo, numa linguagem coloquial, para ajudar a reavivar a cultura tradicional. Foi também crucial no estabelecimento e desenvolvimento de um diálogo islamo-budista.

Em 1998, Berzin regressou ao Ocidente para ter condições mais conducentes para escrever. Viajando ocasionalmente, ensina em diversos centros budistas, mas dedica a maior parte do seu tempo à preparação, para o site dos Arquivos de Berzin, dos seus trabalhos não publicados. Vive atualmente em Berlim, Alemanha.