Disciplina Ética: Superar o Carma

Quando entendemos o carma como a compulsão que nos leva a agir, falar e pensar de forma incontrolável, percebemos seu papel como verdadeira fonte de sofrimento e problemas. Agir compulsivamente nos traz infelicidade e dificuldades recorrentes, além de fazer com que fique muito difícil ajudar os outros. Para nos livrarmos da compulsividade do carma, e dos problemas que ele gera, precisamos de autodisciplina ética. Só assim conseguiremos nos abster de comportamentos destrutivos, do apego às fantasias que temos sobre nós mesmos e da preocupação autocentrada.
Top